quarta-feira, 12 de novembro de 2008

Epicurismo?!

E foi hoje... hoje descobriu-se a verdade sobre o heterónimo Carpe Diem do Pessoa... :)
Eu e a Pc chegámos à conclusão de que o amigo Ricardo Reis, era na verdade, impotente! Aliás, eu até cheguei a essa conclusão primeiro e fiz o favor de a escrever no livro assim de maneira a que a Pc conseguisse ler!
Senão vejamos... no meio daquele enlaçar e desenlaçar de mãos, sentadinhos à beira do rio, o infeliz sai-se com esta: "Amemo-nos tranquilamente!" :) Santa paciência... aqui há coisa! A coitada da Lídia lá ficou sentada, esbugalhada para o rio, com as florinhas que o cavalheiro a mandou apanhar... então e oferecer um raminho de rosas à infeliz, não? Quer dizer, ela digna-se a apanhar uma seca tremenda a olhar para o rio toda a tarde, e tu o mais que fazes é deixá-la estar lá quietinha! :) Oh! Sinceramente! :) 'Tá certo que "vamos todos falecer / patinar, bater as botas (...) / conviver com as minhocas", mas por isso mesmo é que devemos provar "o morango, a romã, a uva e a maça, o figo e a cereja" :)

Por estas e por outras é que, eu e a Pc, recomendamos que para o estudo do Epicurismo se deixem de lado os "Ricardo Reis" que por aí andam....
Para o exame, bem... podem usar isto:

video

P.s. Não nos responsabilizamos pelos resultados que derivem da utilização de tão belas frases como: "Nós vamos passar a ser húmus / Que é uma espécie de cocó" :)

12 comentários:

Pc disse...

AHAHAHAHAHAAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAH

Coitadita da Lídia! Ela bem que deveria quer ter o seu affair com o Ricardo Reis, mas ele manda-a apanhar flores... ó por favor!

E como dizem os Rusticos pelo Epicurismo - " Arranja uma boa mulher ou um gajo qualquer se fores larilas..." o Ricardo Reis, coitadinho enfim... nao deve querer nem uma coisa nem outra xD

PS- Eu é que dei a ideia de este assunto dar um post :D

Beijoo*

vice' disse...

Digamos que o Ricardo Reis é um gajo porreiro! (bolas... isso era o Caeiro!) :D

Pc disse...

O Caeiro fumava ganzas e rebolava na erva pá xD

vice' disse...

Sim pois! :)
Ao menos fazia alguma coisinha, nem que fosse só rebolar no feno! ahahahahaha :)

(e se tivesse uma Lídia, de certeza que não a a amava tranquilamente!)

:)

Pc disse...

Woooow...
Iam os dois pelo feno fora xD
ahahahahahahahah

E decerteza que não enlaçava só as mãos... :)

vice' disse...

Lá 'tás tu a descer o nível! É impressionante! :)

hahahah

E também te digo... não passavam a tarde especados para o rio! :) Portanto, em relação a companhia para uma tarde... acho que preferia o "campónio" ao "ressentido"! hahhah

Pc disse...

AHAHAHAHAHAH
e Alvaro de Campos??
Como será ? xD

vice' disse...

A Álvaro é fixe... é o que "escreveu" a Tabacaria, e o Apontamento - que a Margarida Pinto canta, bem gira a música por sinal!

Olha, aqui vai um excerto da Tabacaria:

Come chocolates, pequena;
Come chocolates!
Olha que não há mais metafísica no mundo senão chocolates.
Olha que as religiões todas não ensinam mais que a confeitaria.
Come, pequena suja, come!
Pudesse eu comer chocolates com a mesma verdade com que comes!
Mas eu penso e, ao tirar o papel de prata, que é de folhas de estanho,
Deito tudo para o chão, como tenho deitado a vida.

vice' disse...

hahhahahah!

Agora a sério... gosto desta parte:
" Não sou nada.
Nunca serei nada.
Não posso querer ser nada.
À parte isso, tenho em mim todos os sonhos do mundo."

:)

Caramela disse...

Epá Alvaro de Campos o q queria era doces. Queria lá ela uma Lidia... Uma loja de gomas para ele é q estava bom!

E em relação ao post, q é para isso q aqui vim... Eu cá não quero provar ou saborear romãs tá? Nem ser húmus! Tenho esse direito. Fora isso... Olha Ricardo Reis claramente era tóto e a Lidia depois do dia a olhar para o rio deve ter é descoberto a "polvora". É q depois de tamanha seca, não me espanta nada..:P

Pc disse...

" Não sou nada.
Nunca serei nada.
Não posso querer ser nada.
À parte isso, tenho em mim todos os sonhos do mundo."

eu tive isto no meu hi5... esse poema é espetacular :D

Será que o Campos é o mais normal de todos??

vice' disse...

Até pus a romã em itálico, dedicada à senhora psicologa! :) Quanto à Lídia e à pólvora... não duvido! Tenho d concordar contigo, sem dúvida deve ter descoberto a pólvora e largou o rio e o "panhonhas" do Ricardinho! ;)

Pc, duvido que algum seja normal! :)