sexta-feira, 11 de setembro de 2009

a minha vida "daqui a" 10 anos

Hipótese número 1)
"Boa noite, sou a Mariana Pardal e este é o Jornal Nacional."

Eu num apartamento super in em Lisboa, um labrador retrivier e muito whisky. Ordenado chorudo e meia dúzia de aparições na capa da Caras, Vip e Lux - com revelações escandalosas dos podres da minha vida. Tenho liberdade moderada para tratar políticos e juízes abaixo de cão.
Um carro super, super, super topo de gama e meia dúzia de empregados na casa de férias em Cascais. Um jardineiro mulato e um pool-boy absolutamente africano. Vive-se bem.

Hipótese número 2)
Filmes alternativos e sacos cama num sótão.

Eu, o Padeiro e a Pc acampados em Cuba, no Alentejo. Usamos calças hippies, t-shirts dos metallica e o cabelo divide-se entre as rastas e o inacreditavelmente porco. Dormimos no sótão de uma velhinha simpática de 84 anos que todos os dias nos conta um capítulo da vida que se lembra. A Pc sai de manhãzinha para ir dar aulas de história nas povoações vizinhas, ao volante do seu Ford Escort amarelo-ferrugem. Regressa à noitinha, com aparas de giz e borracha no cabelo e papéis colados nas costas. Aos fins-de-semana, vai a casa visitar o marido e matar saudades do gato.
O Padeiro ressona até ao meio dia e eu faço um esforço para não matar (a tiro) o galo da vizinha. Escrevo argumentos e artigos para o jornal da paróquia, faço castings e cenários; Ele grava, realiza, edita e faz as pipocas, para vendermos nas sessões de cinema que vamos fazendo pelas aldeias. O público adora! Somos estrelas rurais, conhecidas por essa Beira Interior acima - e abaixo. Somos felizes comó caraças.




Além de sermos atropelados por uma quadriga desembestada de vacas mirandesas e enfeitiçados pela vindente Ema do Jumbo, garantiu-me Merly de Manfredo que, daqui a 10 anos, hei-de ser estupidamente mais feliz que e Heidi - na hipótese 2.

5 comentários:

Padeiro aka valentino rossi das rotundas disse...

A princípio achei a 2ª hipótese muito pouco possível, mas até que podia ter piada, desde que houvesse aquilo que dá a vida aos comuns mortais pois, citando o Frenando:" Não sou nada. Nunca serei nada. Não posso querer ser nada."( a menos que tenha uma câmara e red bull).

vice' disse...

Muito pouco possível ?! Só podes estar a gozar!! Merly de Manfredo não falha! :)

Nunca seremos o que não quisermos ser, carago! :) FREEEEEDOM !!! :D

Caramela disse...

A segunda hipotese parece me deveras melhor!
Com a primeira ainda corres o risco de ser despedida depois de tanto mal tratar politicos e juizes e desces na tua condiçao de super mega estrela televisiva! A segunda é uma hipotese mais segura, hiper mega estrela dessa Beira Interior.

Por fim... Deixa o red bull que te está a fazer mal à cabeça. E uma vez mais... Parabéns!

Pc disse...

AI SANTISSIMA MADALENA!

Já estou com sintomas históricos..
AHAHAH

Temos que inventar já aqui uma terceira hipotese em que estejamos os 3 bem da vida, porque assim nao vale!
Quanto a Cuba, não digo nunca, porque quando estivermos com falta de guito, vamos aldrabar as senhoras de idade com viagem maravilhosas a cuba, do alentejo!
:D AHAH

Se ainda tens aquele carderninho deprimente das saidas da Sodona Fatima no 10ano, vou precisar para me começar a ambientar!

Não sei se me sujeito a ser professora de hisória, é a profissão mais dificil que há, a seguir a de pedreiros, claro!!

Tenho medo, muito medo!

vice' disse...

Pc:
tenho esse caderno, sim. guardado com toda a estima deste Mundo e do outro!
E, como tão bem lembrou o Padeiro, ser pedreiro é melhor porque:
1) Podes dizer palavrões
2) Estar embriagado em serviço
3) Mandar olhares a quem passa

Portanto, desiste desse curso. Vai ser uma vida de sofrimento - não tens outra hipótese.