terça-feira, 19 de janeiro de 2010

Produtos Chenênzes

Faltavam duas lâmpadas no candeeiro da sala e fomos comprar à loja do chinês (deve ser pronunciado che-nês). Baratuchas, como já se calculava. Serviam bem para a função e, vá lá, não eram daquelas com uma luz meio azulada, género lâmpadas de néon do tunning.

Ía deitar as caixas fora, quando virei a embalagem para ler a parte de trás - já que o desing da frente era medonho. Ai, que espectáculo! Desde frases sem sentido, palavras que nunca tinha visto na vida até traduções trocadas, encontrei de tudo um pouco! Deixo a imagem, que (sem dúvida ) vale mais que mil lâmpadas.



ASAE ... wu-uuuh!

3 comentários:

Padeiro aka valentino rossi das rotundas disse...

só tenho uma coisaa dizer: eu sei lá se é o chenês ou se é o c******! viva o google tradutor e estas pérolas da música oriental.

vice' disse...

MESMOOO! não percebeste ? então, poupas energia que fica amasiada em bulbos em candescentes! simples!

Inês disse...

so mesmo tu para estares a ler os rótulos dos chauchaus...