quinta-feira, 12 de março de 2009

Que M$%#a!

Caros responsáveis pela programação publicitária televisiva, gostaria de pedir a vó' xclências o favor de limitarem os anúncios de alguns produtos a determinadas horas do dia. Uma vez que as publicidades aos filmes para telemóvel com meninas e meninos entrelaçados só passa após a meia noite, sinto que fármacos como IMODIUM RAPID e DULCOLAX também deveriam ter a sua propaganda completamente interdita em horas de jantar. Não me entendam mal, pensando que estou a censurar tais maravilhas da ciência e da técnica, mas creio que não são (de todo) uma boa companhia para a sopa.

Entendo e respeito que nessas horas do dia as pessoas não estejam tão atentas à crise financeira, ao desemprego ou à falta de saída profissinal para os jovens estudantes, mas com certeza não estarão a pensar no trânsito intestinal - engarrafado ou em via rápida.

Apresento desde já as minhas desculpas por reclamar sem apresentar sugestões alternativas, mas nenhuma altura do dia me parece particularmente agradável para escutar tão lindos poemas como sejam "Pare a diarreira / Antes que a diarreia o pare a si", ou "Dulcolax, põe o seu organismo a funcionar". Com efeito, certos slogans são mais fáceis de inserir na grelha de horários de programação, mas quando se trabalha nesse tipo de indústria deve estar-se preparado para qualquer eventualidade.

Aqui me despeço, esperando ver satisfeitas as minhas súplicas. Caso contrário, mudo a televisão para a casa de banho e o rádio para a sala de jantar, pois vai saber-me muito melhor ouvir a música do banho à refeição.
________________________________________


Pequena nota de elevado interesse relativa à publicidade Imodium: o coitado que foi contratado para fazer figura de urso (aflito) diz "A diarreia aparece sempre nas piores alturas!". Ao que eu pergunto: qual seria então a BOA altura para ter diarreia? Entre as 17h e as 18h? A meio de um exame nacional? Num concerto de música clássica, durante um solo de caixa? Pois... não sei. Mas um dia descubro.

No fundo, no fundo, a crise que aí anda é culpa dos obstipados. Mas agora... a solução chegou: Dulcolax! O meu comentário é: "Nossa Senhora da Aparecida no Brasil, será possível??!" Interessante é que Dulcolax tem site na internet... na zona das perguntas frequentes encontram-se pérolas como: "O Dulcolax® pode ser tomado ao mesmo tempo que os contraceptivos?" (ao que eu respondo: ao mesmo tempo, simultâneamente, não convém darling) ; "O Dulcolax® causa dependência?" (completamente. há as pessoas que fumam um cigarrinho na rua a meio da manhã e os que vão para o wc consumir dulculax. Dá uma moca que nem imagino) .

Fico por aqui, na esperança de não ter descido demasiado o nível e ter provocado espasmos abdominais e/ou uma perda clinicamente significativa de potássio e outros electrólitos.

4 comentários:

Padeiro aka valentino rossi das rotundas disse...

Eu penso que uma boa altura para a diarreia aparecer deve ser quando se está na casa de banho....ou então durante a prática do exercício sexual.No final de contas tudo tem o mesmo resultado e todos nós nos vamos transformar na mesma coisa: MERDA MERDOSA QUE CHEIRA MAL!

vice' disse...

As tuas teorias chocam-me. Mas que posso eu fazer? Sim, que posso eu fazer? :)

Mariana disse...

Como membro de uma familia que frequentemente discute problemas intestinais ás refeições, compreendo o teu problema.
Como pré-representante da comunidade farmaceutica... O pessoal tem que fazer pela vida, seja a que hora for! =P

**

Mariana disse...

P.S. Enchi o teu coelho de cenouras para ver se lhe provoco algum desarranjo gastro-intestinal e assim ajudar a financiar o sector farmaceutico =P